Cuidados com cachorros durante o calor

blog1

Fizemos recentemente um post sobre os cuidados especiais que os gatos precisam durante o calor. Porém, esse clima também castiga os nossos amigos caninos. Assim como nos humanos e felinos, as altas temperaturas podem causar queda de pressão, diminuição do apetite, insolação e desidratação.

É muito importante manter o cãozinho hidratado. Mantenha o bebedouro na sombra, sempre reabastecendo com muita água fresca. Muita gente gosta de colocar um ou dois cubos de gelo na água do cão no fim da tarde, para que ela se mantenha fresquinha durante a noite.

blog4

É impescindível que, durante o dia todo, haja um lugar arejado e com sombra, para eles descansarem. Assim como nós, eles não podem passar muito tempo embaixo do sol. Inclusive, em passeios, prefira percursos pela sombra ou horários em que o clima fique mais ameno, como o início da manhã, o fim da tarde ou as noites.

Evernote Camera Roll 20140723 155404 (1)

 

 

 

Evernote Camera Roll 20140723 155404

Cão de Crista Chinês

Em cães de pelo grande, é altamente recomendado que sejam feitas tosas para diminuir o volume e, consequentemente, diminuir o calor dos nossos amigões. Já em cães de raças sem pelos, como o Cão de Crista Chinês e o Pelado Mexicano, é necessário o uso de protetor solar, pois o sol agride muito facilmente a pele desses bichinhos. Prefira produtos especificamente para animais, pois os de uso humano podem causar alergias em alguns cachorros.

blog3

Pelado Mexicano

Anúncios

CHEGA DE LAMBIDAS!

giphy3

Cachorros lambem para provar o sabor das coisas, para limpar as partes de seu corpo e de seus filhotes e para demonstrar afeto. Com certeza você já ouviu dizer que a lambida é o “beijo” canino. Mas alguns cães desenvolvem a chamada COMPULSÃO POR LAMBEDURA. Esse problema pode ser físico (nutricional, hormonal, etc.) ou comportamental. Um médico veterinário deve ser consultado para fazer o diagnóstico correto.

Caso o problema seja comportamental, é preciso ver o que desencadeou essa compulsão. Algo que tenha alterado a rotina do cão: chegada de um novo bicho em casa, nascimento de um bebê, falecimento de um familiar, mudança de casa, redução no número de passeios, etc. É preciso que o tratamento seja direcionado a partir dessa identificação do problema. Muitas vezes, é aconselhado que seja feita uma repreensão do comportamento (ATENÇÃO! Toda repreensão deve ser feita sem violência. Agressão a animais de qualquer espécie é crime!).

O aumento nas atividades do cão e a compra de brinquedos inteligentes, que exijam a atenção e concentração, também pode ajudar a extravasar o estresse e distrair o cão da compulsão.

giphy

FERIDAS NA PELE

Compulsão por lambedura não é brincadeira! Exige muita atenção e cuidado desde o início, pois pode gerar uma dermatite por lambedura. São feridas causadas por uma inflamação que a saliva e o atrito constante da língua com a pele proporcionam. Essas feridas podem ficar extremamente graves e doloridas e por isso devem ser tratadas o mais rápido possível. Inclusive, a reprodução de células para recuperação da pele pode aumentar as chances de câncer de pele.

OBSERVAÇÃO: ESSE ARTIGO NÃO SUBSTITUI A CONSULTA AO VETERINÁRIO. EM CASO DE QUALQUER ALTERAÇÃO COMPORTAMENTAL, UM PROFISSIONAL CAPACITADO DEVE SER CONSULTADO.

giphy2

Por que os filhotes nascem com olhos e ouvidos fechados?

Por que os filhotes nascem com olhos e ouvidos fechados?

 

Já se perguntou o motivo de os filhotes de cães e gatos nascerem com os olhos e ouvidos “colados”?

Isso acontecem pois eles são animais com padrão de desenvolvimento “altricial”. Significa que eles nascem imaturos e extremamente dependentes dos cuidados da mãe.

Quando eles nascem, muitas partes do corpo ainda estão em formação, e o desenvolvimento dessas partes ocorre algumas semanas após o nascimento.

O cérebro, por exemplo, não está completamente formado. Esse é o motivo para a coordenação motora dos filhotes de cães e gatos ser tão limitada.

Os olhos ainda estão em formação, também. Eles permanecem fechado após o nascimento para que não sofram exposição ao ambiente externo. Os olhos dos filhotes são muito frágeis e poderiam ser danificados com a luz.

 

Além disso, seus ouvidos também nascem fechados. Isso acontece porque o aparelho auditivo também não nasce prontinho. Os filhotes precisam de silêncio para que se formem de maneira adequada, visto que os barulhos muito fortes perto de uma ninhada podem prejudicar a formação do aparelho auditivo e, consequentemente, a audição do animal ao longo de sua vida.

Os olhos e canais auditivos se abrem com aproximadamente duas semanas de vida. Os ouvidos funcionam perfeitamente depois de uma semana abertos, mas os olhos demoram algumas semanas para enxergar perfeitamente.

Cuidados com seu pet no frio

Cuidados com seu pet no frio

 

Fique atento! Nesse frio é muito importante cuidar do seu pet!

Roupas

Mantenha seu pet com algum tipo de roupinha. Os cães e gatos de pelo muito curto, especialmente, precisam de uma roupinha quando o tempo está frio. Hoje em dia há modelos para todos os gostos.

 

 

 

50 dos mais importantes gifs de cachorros de todos os temposUm lugar quentinho

Dê ao seu animal acesso a um lugar quentinho, com algo que o mantenha longe do chão frio (como uma caminha), com cobertor ou manta, onde ele possa ficar quando estiver com frio.

 

50 dos mais importantes gifs de cachorros de todos os tempos

Meias

 As patas acabam ficando muito mais frias que o resto do corpo.

Não recomendamos colocar aquelas botinhas com solado em animais que não estejam acostumados, pois conhecemos os riscos de torções e fraturas. Entretanto, hoje existem meias que se adaptam ao formato do pé do seu bichinho sem risco de machucá-lo. Alguns animais têm dificuldade de se acostumar, mas não custa nada tentar.

 

 

 

 

Banho

A rotina de banho deve continuar. Se você já costuma dar banhos semanais ou quinzenais, mantenha-os. Mas, não se esqueça de dar banho com a água mais quentinha, para evitar resfriados.

Também tente fazer o banho mais rápido: quanto menor o tempo que ele passar molhado, melhor!

 

 

 

 

Pelagem seca50 dos mais importantes gifs de cachorros de todos os tempos

Não deixe, em hipótese alguma, seu animal ficar molhado, tanto após o banho quanto após uma chuva. Ele deve ser seco, pois, caso contrário, pode se resfriar, ter hipotermia. Além disso, pelos molhados colaboram para o aparecimento de problemas de pele.

 

 

 

Tosas mais curtas

Cães e gatos de pelagem longa devem evitar fazer tosas curtas em época de frio. Entretanto, caso seja necessário fazer a tosa por qualquer motivo, deve-se passar a seguir as recomendações usadas por animais de pelos curtos. Roupinhas tornam-se indispensáveis! 🙂

PASSEANDO COM A CACHORRADA

giphy

Você sabia que todo cachorro precisa sair para passear? Sim, mesmo que a sua casa tenha um quintal enorme para ele se exercitar, ainda é preciso levar o seu amigão para dar um passeio. É preciso lembrar que nós humanos temos várias tarefas e vamos a vários lugares por dia. Além disso, estamos sendo constantemente bombardeados com novas informações o dia inteiro. Já os cães passam o dia em casa, o que causa tédio e acúmulo de energia. Cães que acumulam muita energia podem acabar desenvolvendo hábitos como roer objetos e cavar buracos para aliviar a tensão. Os passeios são o momento que os cães tem para explorar novos territórios, se distraindo. Além disso, estimula o olfato e audição, desenvolvendo a cognitividade deles.

blog1

Os passeios também são ótimos para sociabilizar e disciplinar os cães. Como estão fora de seu território, eles tendem a ficar menos autoritários e mais submissos. Portanto, ficam mais obedientes. Também se familiarizam com a presença de outras pessoas e outros animais, sendo menos agressivos no convívio.

Existem vários tipos de coleira para passear com cachorros, mas os principais são as peitorais e as de pescoço. As coleiras peitorais são mais confortáveis, e envolvem todo o torso do animal. Porém, não são recomendadas para cães muito grandes. Para cachorros maiores, é melhor usar a coleira de pescoço, para que o cão sinta desconforto ao puxar quem está segurando a coleira e fique mais contido e disciplinado.

Há quem pense que brincar com o cachorro até a exaustão alivia o estresse. Não é verdade. Brincadeiras funcionam como carinho e reforçam os laços com os donos. Mas isso não alivia o acúmulo de energia. O cão fica cansado, mas ainda eufórico. O gasto de energia calmo e equilibrado dos passeios alivia a tensão e não deixa o cão exausto. Brinque com seu cão todos os dias, mas lembre-se: a brincadeira não substitui o passeio!

blog3

Em algumas cidades existem também espaços destinados justamente à sociabilização de cães. São muitas vezes parques e espaços públicos onde é permitida a entrada de cães sem coleira. Procure saber se na sua cidade há algum lugar do tipo, eles costumam ser chamados de “cachorródromo” ou “parcão”. Porém, para frequentar um local desses, é de extrema importância que o cão não tenha um comportamento agressivo nem territorialista. Também é preciso que as vacinas e os vermífugos estejam em dia, para que o seu cão não fique exposto a doenças nem corra o risco de contaminar outros animais. Lembrando que filhotes só podem passear (com ou sem coleira) duas semanas depois do fim do período de vacinação.

giphy2

Benefícios da Castração

Benefícios da Castração

Existe muita discussão ao redor do tema “castração”.
Nesse artigo, falaremos sobre as VANTAGENS de fazer a castração em cães, cadelas, gatos e gatas.

 Benefícios para ambos os sexos:

  • Evita o abandono: Para cada cadela que emprenha temos que encontrar um lar responsável para cada um dos filhotes.
  • Controle populacional: Faz com que o crescimento do número de cães e gatos em nossa cidade seja controlado, evitando – inclusive – ações governamentais para controle de zoonoses.
  • Expectativa de vida: Animais castrados tendem a viver mais tempo. Castração é um dos Segredos para Vida Longa
  • Qualidade de vida: A castração melhora a convivência dos cães com suas famílias, pois reduz a possibilidade de fugas, brigas, marcação de território e etc.
  • D.S.T.: Assim como os seres humanos, os animais também correm risco de pegar Doenças Sexualmente Transmissíveis. A melhor forma de prevenção é a Castração.

Benefícios para Machos

 

  • Fugas: O animal que sente o cheiro de uma fêmea no cio tem a necessidade de buscar onde está essa fêmea. Por isso, acabam fugindo. o problema é que muitos se perdem e acabam não conseguindo voltar pra casa.
  • Jejuns Prolongados: Quando você consegue prender o seu animal para que não fuja, isso não o impede de sentir o cheiro e ficar atordoado. Eles entram em jejum, o que pode ser muito prejudicial para a saúde dele.
  • Brigas: Às vezes, os machos conseguem ir ao local onde a fêmea está. Normalmente precisam disputar a fêmea com os outros machos interessados. Assim, acabam brigando e podem se machucar gravemente.
  • Xixi: A necessidade de fazer xixi nos lugares para marcar o próprio território desaparece com a castração. Assim, o animal não se estressa com a constante necessidade de proteger o território, e nem irrita a família com o cheiro de xixi pela casa.
  • Próstata: A hiperplasia benigna da próstata acontece com a idade, e pode trazer com o ela o temido Câncer de Próstata. A forma mais segura de prevenção é a Castração.
  • Problemas de Saúde: Hérnias testiculares, hérnias perineais, nódulos e cânceres nos testículos. Tudo isso será evitado.

 

Benefícios para Fêmeas

  • Câncer: A castração antes do primeiro cio reduz a possibilidade de Câncer de Mama em 99,5%. Castrando depois do segundo cio, essa possibilidade cai para 92%. Castrando após o terceiro cio a possibilidade é reduzida em 74%. Já a possibilidade de câncer de útero e ovário são reduzidas a zero.
  • Piometra: A temida infecção uterina é considerada gravíssima, e pode levar o animal à morte. Caso a fêmea seja castrada, a possibilidade dessa doença é eliminada.
  • Visitas indesejadas: As cadelas no cio atraem machos da vizinhança para seu portão.
  • Cio: Sintomas do cio são suspensos. Mamas e vulva inchadas, cólicas uterinas, sangramentos. No caso de gatas, aquela agitação e miados, tudo isso some!
  • “Gravidez psicológica”: Apesar de parecer inofensiva, a pseudociese demonstra que algo não está correto com o sistema reprodutor de sua fêmea.

É importante lembrar que os seu animal não terá uma mudança de personalidade. A essência de seu comportamento continuará a mesma. O que muda, na realidade, são os comportamentos que são gerados e guiados por questões hormonais.

Chegou a seca!


blog2

Nessa época do ano, a umidade do ar fica muito mais baixa que durante o resto do ano. Então é preciso ter o dobro de cuidado quanto à quantidade de água que seu pet está bebendo. Deixe sempre muita água fresca disponível, porque ele vai consumir mais água que o comum. Além do clima, há outros fatores que podem influenciar a ingestão de água de seu pet, como o aumento dos exercícios e alteração na ração. Caso seu amigo de quatro patas esteja fazendo algum tratamento médico, pergunte ao veterinário dele se a medicação usada pode mudar o consumo de água dele.

   cachorro-lingua-bebendo-agua

Problemas renais são muito comuns em gatos, então é muito importante deixá-los sempre bem hidratados e prestar bastante atenção na quantidade de água que eles estão bebendo. Felinos tendem a preferir água corrente. Existem diversos bebedouros especiais que mantem a água em movimento, mas qualquer um que seja limpo, funcione como uma fonte e não dificulte o consumo para os bichanos é suficiente.

blog3

ATENÇÃO! Esse é um artigo meramente informativo e não substitui a consulta ao veterinário. Em caso de qualquer comportamento fora do comum, um médico veterinário deve ser consultado.

O Vermífugo

Muita gente já deve ter ouvido o nome “Vermífugo”. Esse nome, que tanta gente tem dificuldade em falar, nada mais é que o remédio contra vermes.

Vermes desenhados – porque as fotos são muito feias!

 

Por que dar remédios contra vermes?

Vamos imaginar o intestino como um tubo. A parede desse tubo é bastante irrigada com vasos sanguíneos, para que possa ocorrer a absorção de nutrientes durante a digestão dos alimentos. Todos sabemos o que há dentro deste tubo: fezes. Os vermes se alimentam, também, do nosso sangue. Para isso, eles “mordem” a parede do intestino, se prendendo ali para se alimentar do sangue. Dessa forma, o verme coloca nosso sangue (do machucado no intestino) em contato com fezes (que ficam dentro do intestino).

Que tipo de remédio contra vermes?

A pessoa mais indicada para dizer o tipo correto de medicamento que você deve dar ao seu animal é o(a) Médico(a) Veterinário(a) de sua confiança. Ele(a) saberá o real estado clínico do seu animal para dizer qual remédio contra vermes é o mais adequado.

Existe um tipo de remédio contra vermes  para cães que você vai encontrar em quase todos os lugares que vendem produtos para animais, de várias marcas. É uma combinação de três princípios ativos: Praziquantel, Febantel e Pirantel. Independente da marca, essa combinação costuma ser muito utilizada para vermifugações de rotina.

Para gatos, o princípio ativo”Febantel” é perigoso. Portanto, sempre que comprar o vermífugo para seu gato, certifique-se que não há Febantel na composição.

Com que frequência devo dar?

A frequência também varia de acordo com a indicação do(a) Médico(a) Veterinário(a). Existem muitos protocolos para administrar esse tipo de medicamento, mas o mais comum é aquele de prevenção contra verminoses (vermifugação profilática). Para cães e gatos fora do período de vacinação infantil, recomenda-se dar o vermífugo a cada 4 meses.

Verme de bicho passa pra gente?

Nem todos. Entretanto, existem alguns tipos que são, sim, zoonoses (passam para seres humanos). Por isso, devemos nos lembrar de manter a vermifugação de todo mundo da nossa casa em dia, e isso inclui as pessoas! Procure um(a) Médico(a) e pergunte com qual medicação e frequência deve ser feito esse procedimento.

Tosar ou não tosar? Eis a questão.

Por que tosar?

Levar nossos bichinhos ao Pet Shop para fazer tosa não é apenas questão de estética. Tosa é coisa séria e, mesmo que às vezes comparemos ao corte de cabelo estético que fazemos em seres humanos, a função da tosa não é apenas essa. A tosa dos nossos pets é também uma questão de higiene e saúde – tanto para o animal, quanto para o ser humano que convive com ele.

O excesso de pelos sem o devido cuidado pode gerar vários problemas, dentre eles os famosos nós na pelagem. Esses nós, além de serem muito feios, são nocivos à saúde dele. Gera acúmulo de sujeira e de pele morta, abrindo portas para problemas relacionados a fungos, bactérias e parasitas em geral.

Cães e Gatos podem ser tosados. Embora seja muito mais comum entre os caninos, alguma vezes precisamos fazer um nossos gatinhos a tosa higiênica, ou mesmo encurtar bastante os pelos.

 

 Que tipo de tosas devo conhecer?

Ao levar seu bichinho no Pet Shop, o ideal é que você saiba um pouquinho sobre os tipos de tosa, para conseguir se comunicar bem com o atendente, e para que a tosa fique exatamente como espera.

A Tosa Higiênica, por exemplo, é indicada para todas as raças peludinhas. Esse tipo de tosa visa, sobretudo, a limpeza de partes específicas do cachorro: são tosados os pelos da região genital, anal e das patas. Para cachorros machos, também são aparados os pelos da barriga. Essa tosa tem como objetivo evitar o acúmulo de sujeira e excrementos nas partes mais sensíveis.

Como as demais tosas, essa deve ser feita por um profissional capacitado. Ele analisará as características da pelagem do cão e fará a tosa no comprimento correto para cada região, fazendo uso dos equipamentos corretos.

Tosa Higiênica sendo feita

 

Há, sim, um lado estético nas demais tosas, mas devem ser respeitados aspectos relacionados à saúde do seu animal.

Por exemplo, nas diversas Tosas na Máquina, o equipamento (diferente da máquina de corte de cabelo) é passado pelo corpo do animal. A direção em que é passada (contra ou a favor do pelo) depende do efeito que é visado alcançar com a tosa. Há uma lâmina adequada para cada raça e para cada tipo de pelagem e para cada efeito na pelagem.

Quando você leva ao Pet Shop um animal com os pelos embolados, dependendo da gravidade desses nós, a indicação é a tosa geral. Quanto mais próximos da pele estejam os nós, mais baixa ficará essa tosa. Alguns acabamentos podem ser feitos na tesoura, mas isso fica a critério do Tosador.

Tosa na Máquina

 Na Tosa de Tesoura, conhecida também pelo termo em inglês Grooming, não se faz uso da máquina de tosa. É um tipo de tosa bem mais voltada à estética. Necessita de alta qualificação e experiência, por isso tende a ser mais cara.

Esse tipo de tosa pode ser feito em qualquer raça com pelagem média a longa, desde que os pelos estejam bem cuidados e escovados. A tosa na tesoura demora muito mais do que à máquina, porém o acabamento dos pelos costuma ficar mais suave e natural.

A tosa na tesoura é também recomendada para os pets que tenham alergia às lâminas das máquinas.

Tosa na Tesoura

 

Por mais que pareça fácil, tosar os pelos do seu cachorro ou gato exige mais cuidados do que o banho, por exemplo, que pode ser feito em casa. Você pode machucar gravemente o seu bichinho por falta de habilidade com a tesoura ou com a máquina.

Recomendamos que a tosa seja feita por profissionais treinados, que tenham conhecimento e estejam acostumados com o correto manuseio dos materiais, tendo atenção redobrada quando a tosa for a higiênica, já que é feita nas partes mais delicadas do corpo do animal.

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um(a) Médico(a) Veterinário(a).

Meu cão tem medo de fogos de artifício

Fonte da Imagem: http://www.anda.jor.br

 

Fogos assustam cães?

É de conhecimento de todos que muitos cães sofrem em datas comemorativas, devido ao medo dos fogos de artifício.

O que pouca gente sabe é que isso é potencialmente perigoso para eles e para a família. Isso porque, quando apavorados com o barulho, alguns animais perdem o controle sobre o próprio comportamento: tremem, choram, latem, tentam se esconder, urinam defecam. Algumas vezes, entram em lugares perigosos, derrubam móveis sobre si, se jogam pela janela, fogem por qualquer fresta, mordem seus companheiros animais e, às vezes, até seus donos.

Por que eles têm tanto medo?

Ao contrário do que muitos pensam, essa reação não é uma resposta a uma possível dor no ouvido causada pelo barulho dos fogos. Caso o barulho seja muito próximo, algo como a um metro do animal, poderia-se acreditar em dor no ouvido. Entretanto, o ouvido do cão é preparado, inclusive para barulhos muito altos. O motivo de tanto pavor é o instinto. Como todo animal, os cães têm um instinto de auto-preservação muito forte. Quando escutam barulhos muito altos e irregulares, sem identificar de onde vem, eles se sentem ameaçados e compelidos a fugir ou se esconder da ameaça.

Como posso ajudá-lo?

É necessário ofertar uma situação realmente segura para seu cão em caso de disparo de fogos de artifício. Isso significa que janelas e portas devem permanecer trancadas. Além disso é ideal ter um lugar onde seu animal possa se esconder. Alguns escolhem se esconder embaixo da cama, em cantos, embaixo de cobertas e até mesmo na casinha.

DicaOca: Você pode forrar a casinha ou a caixa de transporte do seu animal com aquela espuma usada nas paredes de estúdio musical (isolamento acústico). Se você habituá-lo a ficar lá dentro alguns minutos todos os dias, ele logo entenderá que lá dentro faz menos barulho que lá fora. Assim, quando houver queima de fogos por perto da sua casa, ele saberá que sua casinha é o local mais seguro e agradável.

 Procure um(a) Médico(a) Veterinário(a)

Em casos muito graves de medo por causa dos fogos, o ideal é procurar um(a) Médico(a) Veterinário(a). Talvez o caso do seu animal seja muito grave, e ele pode precisar de algum medicamento ansiolítico. Peça que sejam feitos todos os exames, para se certificar de encontrar a droga adequada para as peculiaridades metabólicas do seu animal.